terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

.: Poemas :.

Sobre a macia cama
Um corpo repousa,
E reclama tua ausência...
Sente a falta de tuas mãos,
Tua pele, teu calor...
Esse corpo que aspira
Por teu contato quente.
Assim como os lábios
Desejam teus beijos.
Assim como os olhos
Querem tua imagem.
Tanto quanto os ouvidos
Anseiam ouvir teus sussurros,
Teus suspiros...
Um corpo que é morada
De uma alma forte,
No entanto frágil,
Que espera tuas palavras,
Tuas frases de amor.
Esse corpo, essa alma
- Meu corpo, minha alma –,
Que já não suportam
De tantas saudades,
Que tentam inutilmente
Passar o tempo
- todo esse tempo que
separa o meu corpo
do teu corpo,
a minh’alma da tu’alma -,
Sonhando contigo...
Refletindo docemente
A mesma verdade:
Amo você, meu Anjo...

26/02/2005

Um comentário:

Sonhadora disse...

Marcelo (DesertRider)
Paixão, amor,desejo... e isso que vejo qd leio este texto... um texto cheio desses sentimentos, sentimentos puros e verdadeiros... Ao lê-lo pude me imaginar uno com a pessoa que mais amo nesse mundo... Seu texto e vivido, forte e transmite uma emoção inimaginavel... Beijus! Adorei ele, Elaine...
Celo